6 maneiras instantâneas de ficar mais inteligente

1- Pratique dança ou tae kwon do

Ou jogue squash. Procure uma atividade que aumente os batimentos cardíacos e exija muita coordenação, como explica o Dr. John J. Ratey, autor de Corpo ativo, mente desperta. Até quem não sai de casa pode encontrar um esporte que estimule o cérebro com a tecnologia de jogos interativos, como o Kinect da Microsoft e o Wii Fit da Nintendo.
2- Faça o download do aplicativo TED
As maiores mentes do mundo se reúnem anualmente nas conferências TED (Technology, Entertainment, Design: tecnologia, entretenimento e projeto) para examinar a vanguarda de questões como mapeamento cerebral e inteligência pré‑natal. Se não puder comparecer, baixe o aplicativo TED para iOS ou Android.
3- Construa um palácio da memória
Um truque para recordar depressa: associe aquilo que quer lembrar a uma imagem viva. Mesmo que não tenha paciência para construir um “palácio da memória”, pelo menos trave conhecimento com essas técnicas lendo A arte e a ciência de memorizar tudo, de Joshua Foer.
4- Escreva à mão
Exames do cérebro mostram que escrever à mão envolve mais seções do cérebro do que digitar. Bônus de estímulo cerebral: é mais fácil se lembrar de alguma coisa depois de escrevê-la no papel.
 
5- Retarde a gratificação
Uma pesquisa constatou que as crianças capazes de resistir a um marshmallow posto diante delas tiveram, depois de crescidas, nota mais alta no SAT (exame anual americano para admissão em universidades) do que as que não aguentaram e pegaram logo o doce. As crianças com melhor resultado não tinham nascido necessariamente com o dom da paciência; elas controlavam a sua atenção se concentrando em outra coisa, como cantar uma música.
6- Escreva resenhas na internet
Na internet, todo mundo é crítico – e você também deveria ser. Quando gostar de alguma coisa ou detestá‑la, faça uma resenha na Amazon, no Yelp, em qualquer lugar. Digitar a sua opinião ajuda a entender melhor o próprio pensamento.